Último episódio: Cyanogaster apresenta Versão de Quarentena com música de Lenine

“Hoje eu Quero Sair Só” faz parte do terceiro álbum de Lenine, “O Dia em Que Faremos Contato”, lançado em 1997

Atendendo à máxima de que tudo que é bom e acaba deixa um gostinho de quero mais, a Cyanogaster chega ao ápice dessa premissa neste domingo, 31 de maio, com o último episódio da Versão de Quarentena, com a música “Hoje eu Quero Sair Só, de Lenine. Dessa vez, a banda conta com a participação de João Marcos Bargas nos vocais, ator, cantor, maquiador, diretor/coreógrafo e make up artist/hair, que soma seu talento ímpar ao da Cyanogaster em mais uma versão cheia de emoção e ritmo.

“Hoje eu Quero Sair Só” faz parte do terceiro álbum de Lenine, “O Dia em Que Faremos Contato”, lançado em 1997. Cantor, compositor, arranjador, multi-instrumentista, letrista, ator, escritor, produtor musical, engenheiro químico e ecologista brasileiro, Lenine é pernambucano de Recife, um dos mais destacados representantes da música brasileira. Atualmente, ele ocupa a trigésima oitava cadeira da Academia Pernambucana de Letras.

Lenine também é ganhador de seis Grammy Latino, dois prêmios da APCA, e nove Prêmio da Música Brasileira. Contabiliza-se que Lenine tenha escrito, gravado e produzido mais de quinhentas canções, algumas dessas gravadas por Maria Bethânia, Daniela Mercury, Elba Ramalho, Milton Nascimento, Gilberto Gil, entre outros.

Versão de Quarentena

Desde que os episódios de Versão de Quarentena foram lançados no início do mês de maio, a Cyanogaster já apresentou releituras exclusivas de canções que mexem com a inspiração e sensibilidade de cada um dos músicos. E para incrementar ainda mais o que cada umas dessas canções têm de especial, a banda convidou artistas guarulhenses, que marcaram cada uma das versões com um toque especial.

No primeiro episódio, a banda apresentou a versão de Canteiros, de Raimundo Fagner, com um trecho incidental de “Águas de Março”, de Antônio Carlos Jobim, e que contou com os brilhantes vocais de Julia Magalhães. Em seu segundo episódio, a Versão de Quarentena contou com “Nossa Canção”, música escrita pelo compositor carioca Luiz Ayrão, e gravada originalmente por Roberto Carlos. Para essa empreitada, a banda convidou a cantora Sarah Angel. O terceiro episódio foi simplesmente explosivo e contou com ninguém menos que João Perreka, que junto com a Cyanogaster marcou de modo visceral a interpretação de “Crua”, de Otto. Na última semana, foi a vez de “Sujeito de Sorte”, de Belchior, com a participação do músico Ricardo Santiago, da banda Quando Inhambu Cantou no Meu Quintal.

Assista o primeiro episódio:

VERSÃO DE QUARENTENA: EP1 – Canteiros

Este é o primeiro episódio da nossa nova série de vídeos que estreia hoje. VERSÃO DE QUARENTENA. Serão 5 episódios, 1 por semana, onde faremos uma releitura de canções que nos tocam e nos inspiram.CANTEIROS é uma canção de Raimundo FAGNER, lançada originalmente no primeiro álbum do compositor, “Manera Fru Fru, Manera: O Último Pau de arara”, lançado em 15 de Maio de 1973. Este disco é um dos primeiros da 'invasão nordestina' na música brasileira.Esta versão conta com a participação especial de @soumagalhaes. E contém um trecho incidental de “Águas de Março” de Antônio Carlos Jobim.

Publicado por Cyanogaster em Domingo, 3 de maio de 2020

Assista o segundo episódio:

VERSAO DE QUARENTENA: EP2 – NOSSA CANÇÃO

Este é o segundo episódio de cinco, da nossa série de vídeos: VERSÃO DE QUARENTENA, onde faremos releituras de canções que nos tocam e nos inspiram. E em cada uma delas convidamos um artista de Guarulhos para participar conosco.NOSSA CANÇÃO foi escrita pelo compositor carioca Luiz Ayrão, e gravada originalmente por Roberto Carlos em seu sexto álbum, homônimo, lançado em 1966. NOSSA CANÇÃO foi considerada o primeiro sucesso romântico do cantorEsta versão foi inspirada na releitura feita pela cantora VANESSA DA MATA, em seu álbum de estreia, também homônimo, lançado em 2002, e convidamos a cantora Sarah Angel para participar.

Publicado por Cyanogaster em Domingo, 10 de maio de 2020

Assista o terceiro episódio:

VERSÃO DE QUARENTENA: EP3 – CRUA

Este é o terceiro episódio de cinco, da nossa série de vídeos: VERSÃO DE QUARENTENA, onde faremos releituras de canções que nos tocam e nos inspiram. E em cada em deles convidamos um artista de Guarulhos para participar conosco.CRUA é uma canção de OTTO. Compositor, cantor, percussionista, e produtor brasileiro. Foi percussionista da primeira formação da Nação Zumbi e do Mundo Livre S/A, com quem gravou os dois primeiros álbuns. CRUA é a música que abre "Certa Manhã Acordei de Sonhos Intranquilos", seu quarto álbum de estúdio, lançado em 2009.Para esta versão convidamos Joao Perreka, vocalista da banda JOÃO PERREKA E OS ALAMBIQUES, que assim como nós é um grande fã do trabalho de OTTO.Assista o primeiro episódio:https://www.facebook.com/cyanogaster/videos/246032760091003Assista o segundo episódio:https://www.facebook.com/cyanogaster/videos/872974156517347Ouça Cyanogasterhttps://songwhip.com/artist/cyanogaster

Publicado por Cyanogaster em Sábado, 16 de maio de 2020

Assista  quarto episódio:

VERSÃO DE QUARENTENA: EP4 – SUJEITO DE SORTE

Este é o quarto episódio de cinco, da nossa série de vídeos: VERSÃO DE QUARENTENA, onde fazemos releituras de canções que nos tocam e nos inspiram. E em cada em deles convidamos um artista de Guarulhos para participar conosco.SUJEITO DE SORTE é uma canção de BELCHIOR lançada em 1976 em seu álbum ALUCINAÇÃO. BELCHIOR foi cantor, compositor, musico, produtor, artista plástico e professor brasileiro. Um dos primeiros cantores de MPB do nordeste a fazer sucesso internacional em meados da década de 70. Belchior faleceu em 30 de abril de 2017.Ricardo Santiago (@saantiagoricardo) da banda Quando Inhambu cantou no meu Quintal foi o nosso ilustríssimo convidado para esta versão.

Publicado por Cyanogaster em Domingo, 24 de maio de 2020

Para acompanhar o trabalho da Cyanogaster, acesse a fanpage da banda no Facebook. A banda também tem intensa atividade no YouTube e Instagram, confira! Ouça também a Cyanogaster em: https://songwhip.com/artist/cyanogaster

Cyanogaster

Cyanogaster é uma banda guarulhense formada no início de 2017 por Yvan Romeiro (Vany) que reunido ao Guilherme Nascimento compôs sua primeira formação, incubida do EP (Liquidifiqueador) e clipe (Paisagem), feitos de maneira totalmente independente.

Em 2019, a Cyanogaster recebeu dois novos integrantes, Dennis e Ronaldo. A banda é dotada de pungente energia emocional. Tem composições com estéticas líricas íntimas e acrônicas, por isso provocam forte identificação com a juventude. Apesar de produto de sua geração é atribuído de um som peculiar, díspar da cena atual. A banda está trabalhando em seu novo álbum, ainda sem nome, a ser lançado no segundo semestre de 2020.