Em Guarulhos, o rock voltou para ficar

O primeiro evento realizado pela Associação Cultural Rock Guarulhos (ACRG), o CarnaRock, mostrou que, de fato, existia uma cena rock adormecida na cidade, motivo que levou diversos músicos e amantes do rock a se unirem por um ideal: reviver o rock em Guarulhos . Nem mesmo a chuva fina impediu que mais de 1,5 mil pessoas, entre amantes do rock e curiosos que passavam pelo local ou estavam dentro das lojas, parassem para prestigiar as bandas independentes que se apresentavam no palco da Avenida Dom Pedro II, no Centro. Você não leu errado, o evento aconteceu no Centro, com lojas abertas, em pleno sábado, 25 de fevereiro, sem incidentes.

A junção de uma série de fatores foi essencial para este resultado. A iniciativa da própria ACRG, de seus membros, associados e o apoio da Prefeitura que desburocratizou ao máximo e cedeu a estrutura para que o evento se tornasse realidade.

Esq para dir.: Jamil Pilli (ACRG), Tiago Ortaet (Diretor de Cultura), Guti (Prefeito), Alexandre Zeitune (Co-prefeito), Adalmir Abreu (Secretário Adjunto). Rute Barbosa (ACRG)

Até mesmo o prefeito Guti  (PSB) e o coprefeito Alexandre Zeitune (Rede), junto com o secretário-adjunto de Cultura, Adalmir Abreu, e do diretor Tiago Ortaet, se comprometeu a criar o dia do Rock em Guarulhos, em anúncio feito no palco do CarnaRock. “Pode ter certeza que o compromisso está selado, eu vou falar com a nossa bancada na Câmara para fazer um projeto de lei, virar lei, e a gente vai ter o dia do Rock em Guarulhos”, disse Guti.

Além da importância das bandas que se apresentaram, o apoio dos patrocinadores Imprime Já, Empório DoQuintal Chope, HelloCases, Indugás, Wolf Games e da Karla Cristine Ribeiro, especialista em gastronomia criativa, foi essencial para a realização do evento, uma vez que é muito difícil alguém ceder dinheiro para uma associação que garante que irá fazer barulho no Centro.

Arhes21 se apresentando e o público presente prestigiando o CarnaRock

É claro que o apoio e a presença do público também foram importantíssimos para que este primeiro evento da associação, que vai buscar realizar outros, superasse até mesmo a expectativa dos organizadores. “Além de todo o apoio da Prefeitura, a ACRG e seus associados conseguiram produzir um evento muito bem organizado, cumprimos o horário, não houve incidentes e contamos com a paciência dos lojistas, que estiveram lá conosco durante todo o dia”, disse Rute Barbosa, uma das idealizadoras da ACRG e do CarnaRock.

Ao longo de toda festa, que começou às 14h debaixo de uma garoa fina e insistente, e terminou por volta das 22h com céu aberto e um clima agradável, o público teve a chance de conferir algumas das mais peculiares e vorazes expressões do rock guarulhense.

Pelo diversificado lineup do CarnaRock passaram bandas com composições poéticas, melódicas e bem trabalhadas como o Arhes 21, Vitrola Mágica e The Drivers, e também aquelas que trazem em sua bagagem todo o peso do hardcore e do metal extremo, vociferado e nervoso, como o Up6r4de, Damnation Society, Resistência Terminal, CR13, Reboco e Screams Of Hate.

Texto por: Eurico Cruz e Carla Maio (Assessoria de Imprensa da ACRG)
Fotos: Tuco @tuco.media  e Punany  @PunanyFotografia