Both Sides of the Sky, obra póstuma de Jimi Hendrix, traz faixas inéditas do guitarrista

Legado é aquilo que alguém deixa a outro depois de sua morte. Em se tratando de James Marshall, ou como ele ficou conhecido, Jimi Hendrix, mais uma parte de sua valiosa obra chega aos fãs no recém lançado Both Sides of the Sky, álbum com 13 faixas, 10 das quais composições inéditas, gravadas entre 1968 e 1970.

Both Sides of the Sky integra juntamente com Valleys of Neptune, de 2010, e People, Hell and Angels, de 2013 a trilogia de obras póstumas do guitarrista americano morto de 1970, vítima de asfixia por overdose.

O álbum, lançado pelas gravadoras Legacy Recordings e Experience Hendrix, deve ser a última obra lançada após a morte de Jimi Hendrix, de acordo com o produtor e engenheiro de som Eddy Kramer, responsável pela produção dos álbuns do guitarrista durante sua carreira.

Dentre os destaques do álbum estão as músicas “$20 Fine”, de Stephen Stills (o mesmo de Crosby, Stills, Nash and Young), na qual Hendrix faz acompanhamento na guitarra, “Woodstock”, de Joni Mitchell, que dessa vez Hendrix acompanha no baixo, e o blues “Things I used to do”, com direito a um impressionante duelo de guitarras entre Hendrix e Johnny Winter.

Obra repleta de profunda experimentação, Both Sides of the Sky já se encontra disponível para encomenda nas principais livrarias de São Paulo. O preço médio, conforme consulta ao site de vendas da Livraria Cultura  é de R$32,90.