Cinema: guarulhense é selecionado para terceira temporada do Cinelab Aprendiz

Jovem de 22 anos é um dos 15 participantes que vai produzir e gravar efeitos especiais

Por Carla Maio

O cineasta guarulhense Vinicius Nascimento, conhecido como Cientista, é um dos participantes da 3º temporada do Cine Lab Aprendiz, reality show produzido pela Boutique Filmes e Universal Channel. O programa, que vai ao ar a partir desta sexta-feira, 8, às 18h20, pelo canal Syfy, conta com a participação de quinze aspirantes que sonham em ser grandes realizadores de cinema. Para tanto, eles competem em provas, nas quais precisam produzir e gravar efeitos especiais.

Logo que soube da seleção de participantes para o reality pelo Instagram, a ansiedade tomou conta de Cientista: “O Cine Lab Aprendiz é um programa que gosto bastante e é um sonho poder estar nele”, vibra. Cientista conta também que, junto com a inscrição,  mandou um vídeo de uma cena de explosão: “foi bem divertido esse processo”.

Formado em mecânica de usinagem pelo SENAI, o jovem de 22 anos é morador do bairro dos Pimentas e reúne em sua trajetória formativa cursos de Artes Cênicas oferecidos na unidade do CEU Pimentas e no Adamastor, além de cursos de cinema e fotografia com André Okuma. “Fiz teatro com o intuito de saber como funciona a mente do ator e poder ser um bom diretor”, conta.

Em 2016, Cientista estreou no curta-metragem Orgulho da Nação, do Coletivo Polissemia.  Desde então, vem trabalhando no mercado audiovisual, engajado em mostrar que efeitos especiais também estão ligados à sétima arte: “Eu estudo bastante para poder executar os efeitos de forma segura e correta, afinal, fazer tiro em corpo, explosões e afins não é algo simples”, explica. Em meio a um cenário de extrema segurança, suas atividades estão ligadas muito com a vida do ator, não apenas em saber fazer o efeito, mas, sobretudo, em saber socorrer caso aconteça algum acidente.

Em 2017, abriu sua própria produtora, a Estúdio Marítimo Produções, uma de suas grandes conquistas. A empresa presta atendimento a microempreendedores que desejam ter maior visibilidade em seus negócios ou publicidade de produtos de uma forma mais acessível.

Autodidata da linguagem cinematográfica, Cientista agregou estudo e busca por conhecimentos e técnicas, o que lhe permitiu misturar e criar algo completamente novo, a partir de suas próprias referências. “Hoje, estou mais ligado em produções originais. Junto com alguns amigos, estamos construindo minha primeira série sobre efeitos especiais”, comemora Cientista. “Espoleta” é uma  série pensada para amantes de cinema, produtores e produtoras independentes, interessados em aprender a fazer efeitos e trabalhar com armas em set de forma segura e correta. A série ainda não tem data de lançamento, mas a previsão é sair ainda esse ano.

O jovem produtor enfatiza ainda que dirigiu três curtas-metragens e que um deles, Po/Esia, resultado da oficina oferecido por André Okuma, chegou a ganhar dois prêmios na Curta Suzano em 2018,  mostra de curta-metragem do Alto Tietê, nas categorias melhor atuação e melhor roteiro.

Em relação a sua participação no  Cine Lab Aprendiz, Cientista acredita que pode aprender muito: “Não estou indo com a intenção de ganhar, mas sim de aprender, espero que a minha ansiedade não atrapalhe”, brinca. No audiovisual, Cientista conta com o diferencial de atuar como diretor de efeitos especiais: “Trabalho com armamentos, explosivos, demolições e, por conta disso, acredito que essa experiência vai me ajudar lá dentro do programa”.  

Para conhecer mais sobre o trabalho do Cientista, acesse:

Instagram: https://www.instagram.com/cientista_fx/

Facebook – https://www.facebook.com/profile.php?id=100006468311637

Twitter – @cientista_fx  https://twitter.com/Cientista_fx?s=08