Cinema: Quarentena Incinerante convida Wesley Gabriel, um dos fundadores do Coletivo Kinoférico

O cineasta Wesley Gabriel, um dos fundadores do Coletivo Kinoférico, é o convidado da próxima edição do Quarentena Incinerante, evento online que acontece na próxima segunda-feira, 1 de junho, às 19h. Iniciativa do Cineclube Incinerante, o bate-papo aborda a narrativa cinematográfica de Wesley ao retratar histórias que ocorrem nas periferias das grandes cidades, principalmente no Bairro dos Pimentas, distrito periférico de Guarulhos, local onde reside.  

Para participar do bate-papo transmitido via videochamada acesse http://bit.ly/IncineranteQuarentena. Para mais informações, acesse o link do evento no Facebook clicando aqui.

Sobre o convidado

Wesley Gabriel trabalha com Cinema e Audiovisual desde 2014, atuando na cidade de Guarulhos e São Paulo, e atualmente estuda fotografia na Universidade de Guarulhos. Wesley  começou a estudar cinema e comunicação em 2013, a partir de oficinas do Projeto ComCom Pimentas, projeto social de comunicação comunitária do bairro e hoje dá aulas de cinema em escolas estaduais da região onde vive. Em 2015, fundou o Coletivo Kinoférico, grupo formado por recém-cineastas e educadores e que tem como objetivo a formação e o fomento do cinema no bairro.

Em 2017 “No Rolê”, o mais recente filme do coletivo dirigido por Wesley, foi premiado com Melhor Direção Nacional e Edição Nacional no II GO Film Festival de Goiânia. Além disso, o curta foi exibido em Portugal no Cine-Teatro Academia Almadense através do próprio festival goianense. Em 2016, foi um dos selecionado para o curso de cinema Cine Inclusão e no ano seguinte participou de alguns filmes publicitários. Wesley Gabriel passou por quase todas as escolas livres de cinema de São Paulo, formando-se em audiovisual e outros cursos específicos como edição, roteiro, direção e direção de fotografia. Sua filmografia contém nove curtas-metragens, dentre os quais quatro premiados em festivais de cinema do Brasil. Em 2019, junto com o Coletivo Kinoférico, montou a “Oficina de Cinema A periferia conta suas próprias histórias”, no Bairro dos Pimentas.

📷 Giovanna Azevedo