Opinião: Dia Mundial do Rock, há 70 anos bagunçando o nosso juízo

Mais aventuras de uma jornalista andarilha, dessa vez pelas trilhas do rock’n’roll

Por Caroline Rossetto

Apesar de achar que todo dia e toda hora é dia de #rock, há 35 anos, houve um evento chamado #LiveAid organizado pelo grande Bob Geldof, que ocorreu simultaneamente na #Inglaterra e #EUA com o objetivo de arrecadar fundos para combater a fome na #Etiopia. 🎼Várias bandas incríveis passaram por lá como: Queen, Scorpions, U2, Paul McCartney entre outras lendas.🎵

Eu acho a história do rock mais interessante. É se eu te disser que quem inventou o rock foi uma mulher negra e pobre?🎸

Sister Rosetta Tharpe já era uma guitarrista de atitude 10 anos antes do estilo aparecer oficialmente.

Sua voz marcante, rebolado único e riffs possuidíssimos, chocavam os mais conservadores.

Infelizmente, ela nunca teve o seu nome reconhecido na calçada da fama do rock. Mas, a sua voz está eternizada e vale MUITO a pena conhecer essa lenda.🤘

De Cazuza a Legião Urbana. De Sepultura que abriu as portas do rock/heavy metal do Brasil na gringa a Ratos de Porão. De The Beatles a Foo Fighters, de Angra a Iron Maiden, não existe nada melhor do que a combinação perfeita de uma baixo, guitarra e bateria.

Curte rock? 🤟Qual é a sua banda favorita? Conta para mim.

Curiosa por natureza, Caroline Rossetto é escritora e jornalista, formada em Comunicação (Rádio e TV) na Fiam-Faam e pós-graduada em jornalismo cultural pela FMU. Em 2017, Caroline criou o Blog Andarilhos, canal em que divulga lugares diferentes, situações exóticas, tudo aquilo que foge ao lugar comum e nos levar a uma viagem cheia de descobertas e imaginação. Você também encontra Caroline Rossetto no Instagram.