Seis Armas: novo single do Black Pantera é uma crítica direta ao negacionismo na pandemia

Seja via punhos cerrados ou acordes distorcidos, ideias são como monumentos de uma mudança que deve ser buscada. Felizes são aqueles que conseguem conciliar a expressão individual com a atuação social em prol dessas mudanças — e o Black Pantera é feliz.

E o último single, Seis Armas, disponível desde o dia 23 deste mês em plataformas de streaming no Youtube, é uma prova do quanto o Black Pantera é feliz em sua crítica.

Uma crítica direta a facilitação da obtenção de armas pelo governo federal em contrapartida a falta de vacinas para imunização da covid-19. A música traz uma comparação forte entre o efeito da covid-19 e as Câmaras de gás utilizadas pelos nazistas para exterminar judeus durante a segunda guerra mundial ao dizer que o Brasil se tornou uma câmara de gás a céu aberto.

Mais do que isso, traz falas ditas pelo presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) para relembrar o quão negacionista a atual gestão foi no combate à pandemia.

Veja a música na íntegra:

Formada em 2014 pelos irmãos Charles Gama (guitarra e vocal) e Chaene da Gama (baixo e vocal) e Rodrigo Pancho (bateria), a banda mineira une elementos do crossover, groove, funk, thrash metal e hardcore ao ativismo e a competência do trabalho reconhecido cada vez mais, em pouco mais de 7 anos, e se mostrou uma das mais relevantes bandas do cenário underground nos últimos tempos.