A Thousand Times, Dakhmas, REBOCO e Endigna se apresentam na 4ª edição do Noite Maldita

Todo o peso, distorção e pancadas ensurdecedoras que abrem as portas do inferno. No próximo sábado, 19 de outubro, a partir das 21h, a galera que curte um som pesado vai pirar com o Noite Maldita. Em sua 4ª edição, o evento traz para o palco da Bally Bagus Out, no centro, toda a força da presença feminina com as bandas Dakhmas e Endigna, além das veteranas guarulhenses REBOCO e A Thousand Times. Os ingressos custam R$10 e compra antecipada na The Beer Factory garante 1 Chopp gratuito no local.

O show também enfatiza a valorosa parceria entre a Associação Cultural Rock Guarulhos e a Bally Bagus Out, que por meio da Capiroto Entertainment unem forças para promover shows de bandas guarulhenses, mostrando a força da cena rock da cidade. A partir de 2018, o Noite Maldita passou a acontecer na Bally Bagus e, nas edições de 2016 e 2017, aconteceram no Deco Rock Bar, outro grande parceiro da cena na busca por espaço onde as bandas possam mostrar seus trabalhos.

A The Beer Factory fica na Av. Tiradentes, 466, no centro. Aberto de quarta a domingo.

Saiba mais sobre as bandas do casting desta edição:

Reboco

O Reboco surgiu em 2009, da união de músicos de duas bandas bem calejadas do underground paulista, e carregam na bagagem a experiência de participar de inúmeros eventos do cenário independente nacional e internacional. A banda é formada por Jamil Pilli (bateria) e Ayka (baixo/voz), ex-integrantes da banda Chipset Zero, e ainda Emerson Baptista (guitarra) e Alê Gomes (vocal).
A banda compõe um som agressivo, verdadeiro e pesado, com influências diversas que vão do Metal passando pelo Punk, Stoner, Sludge, Doom, Crossover Hardcore e outras vertentes de peso. As letras são embasadas em conceitos próprios e tratam da luta contra a corrupção, conceitos mortos da sociedade em geral, a maldita TV, cultura brasileira e até humor, como o clipe de animação da música “Bullying na Obra”, que trata de forma engraçada as brincadeiras de mau gosto que acontecem na construção civil.

A Thousand Times

Com composições voltadas para as realidades do cotidiano atual de cidadãos comuns, a A Thousand Times traz uma música ao clássico estilo Hardcore californiano e ainda com influências do gênero em Nova York e Washington D.C. Com letras em inglês e em breve também em português, a banda aborda uma mensagem que traz lições de coletividade mútua e união, encara e expõe situações de classes sociais trabalhadoras do país, estilos de vida simples, experiências e emoções vividas. A Thousand Times é formada por Glauco, Fernando, Ronald, Denis, Francisco e Bruno.

Dakhmas

Banda de metal formada no início de 2018, iniciada por Hebberty, Lucas Delgado e André Soares (membros da banda Pray For Mercy) com fortes influências de Fear Factory, Divine Heresy, Arch Enemy, Lamb of God, Chimaira, Devildriver, e bucando uma mescla com o metal industrial (temática que também é apresentada nas letras ), trazendo elementos como efeitos sonoros eletrônicos.
Nesse mesmo ano, foi dado início no processo de produção do primeiro disco intitulado “H.A.T.E. (Human Are The Enemy )”, contando com a entrada da vocalista Any Scarlet já concluindo as gravações do CD. No início de 2019, foi lançado o primeiro vídeo da faixa “The Grave Call Our Names” e em março foi disponibilizado nas principais plataformas digitais de streaming. Dakhmas é formada por Any Scarlet (vocal), Hebberty Taurus (guitarra e vocal), André Soares (baixo) e Lucas G. Delgado (bateria).

Endigna

Formada em meados de 2007, a Endigna tem como principal proposta mostrar o lado mais agressivo do rock com letras em português, e que abordam diversos temas tanto introspectivos quanto de protesto. A parte instrumental é bem marcante com afinações mais baixas, destacando o vocal feminino limpo e oscilando técnicas vocais guturais, muito bem aceito por onde passam em todo o estado de São Paulo, e também nas cidades do interior, tais como: Jundiaí, Hortolândia, Indaiatuba e litoral paulista como Santos.
Suas maiores influências vão de bandas que tocam um som mais agressivo como Sepultura, Pantera, Lamb of God, Korn à um som mais limpo como Titãs (bandas que segundo os membros da Endigna obtiveram grande destaque no cenário nacional (justamente por fazerem algo não muito convencional). Apostando no seus vocais com técnicas guturais e sua frontwoman Babby Drunk, levando além de musicalidade entretenimento aos palcos. Como todo conjunto a Endigna também passou por varias formações desde seu início, hoje quem está a frente da Endigna é: Thais “Babby Drunk” (vocal), Bruno Mota (baixo), Tiago Endigna (bateria) e Victor Rocha (guitarra).

Serviço:

Noite Maldita 4, com as bandas REBOCO, A Thousand Times, Dakhmas e Endigna
Data: sábado, 19 de outubro
Horário: 21h
Local: Bally Bagus Out
Rua: São Vicente de Paula, 347 – Centro – Guarulhos/SP
Entrada: R$10
Classificação livre
Para saber mais, acesse: https://www.facebook.com/events/360782934589196/